.MoonLight - A luz da Lua*
A Luz que permanece na noite escura ou no mais claro dia... A Lua tal como o Sol, está sempre presente em mim.
.mais sobre mim
.emails*
moonlight@sapo.pt atmoonlight@msn.com
.Luzes*

. 2007

. Transformar pelas mãos do...

. Mar...

. Palavras!

. Once upon a time...

. Touch...

. Delirium!...

.Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Terça-feira, 10 de Janeiro de 2006
Olhar...

 


Olhar...myeyes2.jpg Olhar e ver-me assim, na vida, guerreira e frágil ao mesmo tempo... Nem sempre com o alento e a coragem que deveria ter. Por vezes, sinto que as forças que me sustentam já nem são as minhas... e refugio-me neste meu mundo mágico. Olho e retenho as imagens que o mundo me quer mostrar e que eu nem sempre quero ver... Escrevo o que o coração dita, mas que a razão me faz desobedecer...  


Olhar... Olhar e ficar parada no tempo e no espaço, de sentidos perdidos, sem ter de dar respostas, nem ter de as esperar...  E aguardar que um qualquer anjo me olhe dos céus e me devolva a alma que de mim saiu e ainda não voltou...


Olhar... Olhar de olhos vazios de sentimentos, como quem assiste sentado na areia, ao vai e vem do mar, que não me toca, nem se chega, mas não deixa de me contagiar...


Olhar... E não conseguir ver, com a limpidez e a serenidade que desejo, alguém para amar...


Olhar...

Uma Luz de MoonLight às 16:18
link do post | Deixa a tua Luz* | favorito
5 comentários:
De Anónimo a 12 de Janeiro de 2006 às 13:05
Bonito um olhar.....e diz tudo!....Romy
</a>
(mailto:romilda_aguiar@yahoo.com.br)
De Anónimo a 11 de Janeiro de 2006 às 10:23
SENTIDOS

Entrego-me aos teus sabores.
Colo-me aos teus contornos.
Sou percorrida por um calor de inferno
que me consome até o pensamento.
Mas…
Deixo-me guiar e fecho os olhos
quando sinto,
o toque da carne a penetrar a carne.
Carlos
(http://vagueando.blogs.sapo.pt/)
(mailto:c_m_a_n_u_e_l@hotmail.com)
De Anónimo a 10 de Janeiro de 2006 às 23:59
olhar nem sempre é ver não é verdade, ha mesmo quem afirme que só vemos o que queremos, sebém que discordo, pois lá no fundo vemos tudo, escolhemos é essencialmente aquilo que queremos, ou então ñ =) adorei,gostei muito do teu espaço, jokas**edarf
(http://www.edarf.blogs.sapo.pt)
(mailto:jp_edarf@hotmail.com)
De Anónimo a 10 de Janeiro de 2006 às 22:44
Sei o k sentes, compreendo muito bem....
Mas conseguimos sempre sobreviver....
O tempo sara as nossas feridas e o amor também... quando o voltamos a encontrar... Diabinho
(http://diabinho.blogs.sapo.pt)
(mailto:shadow5@clix.pt)
De Anónimo a 10 de Janeiro de 2006 às 21:21
Um blog bonito, mas dá a sensação de ter um "fio condutor", um pouco tristonho.
Ânimo!!! :o) RG
(http://www.configuracoes.blogs.sapo.pt)
(mailto:ribagil@sapo.pt)

Comentar post

.Luzes sentidas*

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

.as minhas fotos
.links