.MoonLight - A luz da Lua*
A Luz que permanece na noite escura ou no mais claro dia... A Lua tal como o Sol, está sempre presente em mim.
.mais sobre mim
.emails*
moonlight@sapo.pt atmoonlight@msn.com
.Luzes*

. 2007

. Transformar pelas mãos do...

. Mar...

. Palavras!

. Once upon a time...

. Touch...

. Delirium!...

.Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.A música que pulsa dentro de mim*
.Um pouco de Luz para o Mundo...*








.Leva a minha Luz*


.O meu award para ti*


.Prendas de Amigos*






Prémio
.A Luz brilha aqui...*
Blog Poeta
Domingo, 1 de Janeiro de 2006
Cada dia como um só...


ponte.jpg



Percorri o caminho, por outros traçado, sem saber bem ao certo se era esse o caminho que tinha de percorrer...


Percorri o caminho, noite e dia, sem olhar para trás... Por cada pessoa que nele se cruzou, travei batalhas, combati e lutei contra inimigos, ou talvez não, que tantas marcas me deixaram... Que tanto me desgastaram...


Nem sol, nem chuva, nem noite, nem dia, me impediam de continuar a lutar por aquilo que considerei ser certo... Porque outros precisavam da minha força, da minha energia, da minha luta, da minha coragem...


Mas chega um dia na nossa vida, em que nos perguntamos:


E para quê? E porquê?


A meio do caminho, dou conta de que sigo só... Que as lutas pelos outros não resultam, se não lutarmos por nós próprios... Que o nosso máximo pelos outros,pelo seu conforto, pelo seu bem, é sempre pouco, e raramente agradecido em gestos e afectos...


A meio do caminho, troquei de estada.


Continuo só... Mas as lutas, as conquistas são todas para mim, por mim.


Ando sem pressas... Recomeço sempre que me apetece. Não tenho pressas... Não tenho onde chegar... Não tenho quem me espere...


Percorro finalmente o caminho que me leva até mim... até ao centro do meu ser. Descubro finalmente que tudo o que fiz, não foi suficiente... para mim...


Tenho novos sonhos, novas aspirações, novas metas, novas vontades... As energias que outrora me saiam naturalmente, sem o mínimo de esforço, hoje tenho de as arrancar e ir rebuscar ao mais profundo do meu ser...


Resta-me saborear cada momento, como se fosse sempre, sempre o primeiro, como se fosse agora que estivesse a nascer e a conhecer o mundo pela primeira vez...


Resta-me viver, cada dia como um só!


Foto: Olhares.com

Uma Luz de MoonLight às 22:20
link do post | Deixa a tua Luz* | favorito
|
.Visitantes na Lua*

visitas

.Luzes sentidas*

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

.as minhas fotos
.links